Sabe-se lá a cor dos seus olhos

Você diz verdes. Eu digo azuis. Você os abre um pouco mais, coloca na luz, no escuro e tenta me convencer a entrar nessa história de te ver como esmeraldas, quando eu te vejo mesmo é como o céu, o meu novo lugar preferido.

Não entende quando digo que o azul mais bonito é esse seu azul, dos seus olhos, do seu jeito de ver e fingir que não viu. Dos teus olhos que leem e me releem. Gosto de amanhecer e adormecer neles, de olhar o meu céu particular, a minha imensidão, somente minha. Foi o que vi, teus olhos azuis contra o sol ou a lua, bravos ou calmos, entristecidos ou alegres: teus, meus. Eu pude ver facilmente: a minha casa está ali, nas tuas pálpebras, ainda que isso não soe nada romântico, mas você há de entender meus tropeços linguísticos ou falados, calados, gesticulados e afins.

Sabe-se lá a cor dos seus olhos quando não estou contigo para vê-los. A cor que te entrega num passe de mágica, que ressalta o que nunca quer confessar em voz alta ou não sabe como. Qual a cor dos teus olhos longes de mim? Você pode dizer "tanto faz". De que, afinal, me importa? Ah, meu amor... Importa um tanto sem sentido, sem palavras, sem textos, cem - com C - vidas. Importa-me você, suas cores e temores, seus olhos e visões, suas falas e choros engasgados, seus perdões e suas entregas. Tudo depositado no azul que me guarda/aguarda.

Pois então, como objetivo para o amor, esse amor: descobrir todas as cores dos seus olhos. E não importará a conclusão, as observações ou as mudanças típicas. Para mim, será o azul o vencedor mais belo, o mais puro, o mais... apaixonante. Sim, eu disse apaixonante.

Você não precisa ter medo.

Os meus olhos escuros também te sorriem.

(como gosto do céu... amo você.)
Compartilhar no Google Plus

Autor: Camila Costa

Dizem que "essa guria tem uma caneta no lugar do coração". É gaúcha, jornalista e quase adulta com 23 anos. Um dia chega lá.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

3 comentários:

  1. Impossível não gostar do que você escreve, sou fã!

    ResponderExcluir
  2. Camila, vc escreve com a alma. **o** É lindo...

    ResponderExcluir